Cantos da FlorestaIniciação ao Universo Musical Indígena

Canto da formiga

PÉNKRIG FI TYNH KÃME (penkri fitancam) (Kaingang)

Baseada na versão de Jagtyg (Zílio Salvador)

Esse canto Kaingang conta a felicidade da formiga ao ver a moça socando milho, pois poderá comer os farelos que caem do pilão e alimentar seus filhos durante o inverno. A primeira frase é repetida várias vezes, como um refrão que estrutura a cantiga. O cantor se expressa livremente e a melodia segue a métrica do texto, que pode alongar ou encurtar a frase musical. Preste atenção na pronúncia mais aproximada da língua kaingang, é necessário ouvir muitas vezes as gravações, pois há sons nessa língua que não existem no português.

*

* Transcrição musical de Berenice de Almeida e Magda Pucci.

Letra em Kaigang
à ne tetĩ nĩ (4x)
Isỹ ũn tẽtã ãg tynyn jã
ven kỹ
kỹ ta inh mỹ há tĩg nĩ
kỹ ta inh mỹ há tĩ
Isỹ ũn tẽtã
ty jag tynyn mru kon tĩn kỹ
kỹ ta inh mỹ há tĩ
à ne tetĩ nĩ (4x)

Pronúncia
andê teti ni (4x)
eixa un tentê, on tendnio betkã
cata in mã rrê tin
cata in mã rrê tin
eixa un tentê tiia tindimbru co tin
cata in mã rrê tin
andê tetini (4x)

Tradução
O que carregas? (4x)
Quando vejo a mulher
Socando algo (no pilão)
Eu fico feliz
Quando como as migalhas
do socado da mulher
Eu fico feliz
O que carregas? (4x)

* Transcrição e tradução: Rogério Rosa e Wilmar D´Angelis.